Segurança para a família

seguranca
Padrão

O mundo tecnológico evoluiu muito em pouquíssimo tempo. As pessoas, hoje, ficam conectadas na internet o tempo todo. No início, era comum as pessoas disserem: “- Vou entrar na internet e já volto.” – era a Era de conexões discadas. E o que fazer, agora, que meu filho tem celular, computador, videogame, tudo conectado em tempo real na internet? Como eu poderei controlar que tipo de conteúdo ele têm acesso? Como saber o que ele anda fazendo nos dispositivos que ele interage sozinho com a máquina?

Iniciei essa pesquisa há muito tempo. Já trabalho com TI e seria relativamente simples criar uma solução que resolvesse o meu problema, mudando minha infraestrutura de casa, mas e se o acesso não for feito de casa? Daria mais trabalho, mas mesmo assim, algo possível. Foi aí que comecei a pesquisar softwares para proteção da família.

Depois de muito analisar, fiquei na dúvida entre o Qustodio e o Norton Family. Iniciei o uso do Norton Family, mas o portal de acesso vivia fora do ar, cheguei a abrir um suporte que nunca foi respondido e, por isso, não cheguei a assinar. Assinei o Qustodio, que por cerca de cinquenta reais, permitia controlar 5 usuários. Para cada usuário eu poderia colocar computadores e celulares. Depois de um ano utilizando, eu posso afirmar que é um excelente software. Mas estamos na Era do Whatsapp, e pela Facebook, dona do Whatsapp, não divulgar as especificações para bloqueio, acabou por faltar alguma coisa. E decidi voltar a buscar uma solução melhor ou igual, com custo parecido ou menor.

Durante essa pesquisa, a Microsoft lançou o Windows 10 e a promessa de que haveria integração entre todos os dispositivos que rodassem a plataforma. Eu precisava que houvesse integração de computadores, celulares e xbox one. E, com isso, comecei a estudar o Microsoft Family.

O Microsoft Family é um produto que se propõe a segurança da família. Segurança de privacidade, de localização, de acesso de conteúdo. Infelizmente, você precisa passar um tempo para poder configurar tudo do jeito que você precisa. Então acessei:

https://account.microsoft.com/family/about
microsoft-family-1.png

Quando você seleciona a criança, aparece a seguinte tela, exibindo a atividade recente. Note que você já terá um resumo da atividade .

microsoft-family-2.png

Na seção Navegação na Web, você pode configurar os sites que sempre terão acesso e os sites que sempre serão bloqueados. Quando você cria a sua conta Microsoft (e quando você cria a conta dos seus filhos), há a questão de faixa etária, que você já configura. Essa faixa etária é usada no serviços do Microsoft Family e já fará o bloqueio de sites relacionando a faixa etária. Mas se algum site deve ser bloqueado ou liberado, por você, responsável, você poderá fazer nesta tela.

microsoft-family-3.png

Na seção “Aplicativos, jogos e mídia”, você pode alterar a faixa etária. Os jogos, por exemplo, quando você tenta colocar o jogo de faixa etária maior para rodar na conta da criança, aparece uma mensagem na tela indicando que há um bloqueio pelo pais. Nesta tela, você (pai) precisará autenticar a sua conta com a sua senha e escolher se a liberação é momentânea ou permanente.

microsoft-family-4.png

A seção “Tempo de tela” permite que você regule os horários de utilização dos dispositivos. Seu filho precisa estudar e precisa brincar. E é aqui que você pode restringir que horas e que dias da semana ele pode acessar a internet, jogar, etc.

microsoft-family-5.png

Na seção “Compras e gastos” você pode depositar a mesada dele e controlar sua utilização, além de ter o histórico do que foi gasto com o que, você pode se planejar.

microsoft-family-6.png

Na seção “Localizar seu filho”, caso o dispositivo que esteja cadastrado para ele tenha recurso de GPS, você poderá saber onde ele está.

microsoft-family-7.png

Hoje, os videogames estão conectados na internet. Os videogames possuem acesso ao Netflix, ao GloboPlay, possui navegadores web. E você precisar estar atento lá também. Ao acessar a seção “Configurações de privacidade do Xbox”, você será direcionado para a página do XBox onde poderá selecionar o nível de privacidade dentro do console.

microsoft-family-8.png

Mas nem tudo são flores. Para que esta solução escolhida funcione, preciso que todos os dispositivos rodem sistemas operacionais windows 10. Não funciona para Android e nem em iOS. Escolhi migrar tudo para plataforma Microsoft. Mas foi uma escolha minha de centralizar tudo em uma só plataforma, a mais usada em todo mundo.

E, pra completar, hoje a Microsoft comunicou ao mundo que o OneDrive não terá mais plano gratuito a partir de hoje, ou seja, sempre que você se planeja para alguma coisa, vem alguém e puxa seu tapete.

Você usa alguma outra solução? Compartilhe conosco e quem sabe não saímos todos ganhando com uma solução completa.

Andre Mesquita
IT Consultant – Developer
Self Motivation, high level of curiosity and tenacious resolve have been the drivers of my career.

Specialties: Solutions, Development, Codes, Server, Monitoring, Routing.and Services.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *